Horário de Funcionamento : Segunda a Sexta - 07:00 às 17:00
  Contato : (27) 2104-6200

Resultados para: Outros

Emagrecer ajuda a melhorar a fertilidade

A obesidade e o sobrepeso podem afetar diretamente a fertilidade masculina.

E a notícia que nos entristece é que ambas estão em expansão. ⠀
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de pessoas obesas no mundo vem aumentando consideravelmente. Atualmente, estima-se que de 62% a 76% da população mundial apresentem níveis de gordura corporal potencialmente prejudiciais à saúde. ⠀

Todos sabem que o excesso de gordura corporal gera risco para o desenvolvimento de várias doenças, como hipertensão e diabetes. ⠀
E a fertilidade fica prejudicada diante da menor produção de espermatozoides, e também a qualidade deles. ⠀

Há efeitos de alteração nos hormônios sexuais, apresentando menores taxas de testosterona e de outros hormônios que influenciam a produção de espermatozoides e taxas acima da média de hormônios femininos, como o estradiol. ⠀

Atenção: manter um corpo saudável só te trará benefícios. Por isso, se o seu médico de confiança orientar que você deve emagrecer, acredite e se dedique a isso. ⠀

A possibilidade de conceber uma gravidez saudável é maior se você permanecer próximo do seu peso ideal. ⠀

Saiba mais

Junho: Mês Mundial da Conscientização da Infertilidade

Informar e esclarecer homens e mulheres sobre a infertilidade é o grande objetivo da campanha deste mês de junho.

Muitos casais chegam na clínica com medo da infertilidade e frustrados após algum tempo de tentativas, sem saber que ainda há muitas alternativas pela frente e que, na maioria dos casos, a gravidez será alcançada com uma ajudinha menor ou maior da medicina, com as técnicas de reprodução assistida.⠀

Por isso, informação é o primeiro passo para enfrentar o problema.

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA) defende a importância da obtenção de informações seguras com bases científicas relacionadas à saúde reprodutiva e as opções de tratamento para a infertilidade, por meio de profissionais creditados, pode evitar que os casais afetados pelo problema percam a oportunidade de ter seus próprios filhos biológicos.⠀


É de extrema importância que o casal procure um médico especialista em reprodução humana assim que tiver indícios do problema. O profissional capacitado fará toda a investigação necessária para identificar as causas e apontará as melhores alternativas para solucionar o problema.⠀

A evolução dos tratamentos de reprodução assistida trouxe esperanças de quem quer realizar o sonho de aumentar a família! E nós somos imensamente gratos em poder fazer parte de lindas histórias! ⠀

Saiba mais

Reconhecimento Internacional – Rede Latino Americana de Reprodução Assistida (REDLARA)

Muita gratidão e alegria em ver o trabalho que realizamos nos últimos dois anos recertificado por este que é um dos maiores reconhecimentos internacionais de clínica especializada em medicina reprodutiva.⠀

Toda a equipe da clínica Jules White realiza diariamente um trabalho cheio de dedicação e amor.⠀
E é dessa forma que vamos continuar nos empenhando, para que daqui a dois anos recebamos novamente esse selo tão importante para Reprodução Humana Assistida.⠀

Gratidão!

A clínica Jules White é acreditada pela Rede Latino Americana de Reprodução Assistida (REDLARA).⠀

 

Saiba mais

DOAÇÃO DE SÊMEN: como funciona?

É importante começar dizendo que no Brasil a doação de esperma não pode ter caráter lucrativo.

O maior e verdadeiro retorno do doador é saber que ajudou alguém a formar uma família. Um ato admirável de solidariedade, empatia e altruísmo.

A doação de esperma ocorre quando quando um homem cede seus espermatozoides para um banco de sêmen para que seja usado no tratamento de reprodução assistida com pessoas que não podem engravidar pelos meios naturais.

A doação de sêmen é um processo simples e não invasivo, pois a coleta é feita através da masturbação, sendo necessário que o homem fique de 2 a 7 dias sem relações sexuais ou masturbação.

Após a coleta, o sêmen é processado em laboratório e, depois, congelado em nitrogênio líquido para uso posterior em procedimentos como Inseminação Artificial e Fertilização In Vitro.

 Quer saber mais sobre este assunto? Deixe suas dúvidas nos comentários!⠀⠀⠀
Saiba mais

A saúde do intestino pode afetar a fertilidade?

A saúde intestinal influencia no funcionamento de todo o corpo humano. O intestino é considerado o nosso segundo cérebro e tem funções importantíssimas para nossa nutrição e para as defesas do organismo.⠀

Esse órgão tem cerca de 100 milhões de neurônios conectados à região cerebral.⠀
O intestino é responsável pela absorção de grande parte dos nutrientes que ingerimos nas refeições.⠀

Quando o intestino não está com um bom funcionamento, alguns nutrientes podem não ser absorvidos, o que acaba gerando uma deficiência, e impacta na qualidade dos óvulos e espermatozoides. ⠀

Portanto, cuidar do intestino é cuidar da saúde integral do corpo, inclusive da fertilidade.⠀
A saúde do intestino está intimamente relacionada à alimentação.

Para manter a saúde do intestino é fundamental:

Tenha uma alimentação saudável!

Para isso, evite alimentos processados, embutidos e enlatados. Procure ingerir alimentos ricos em fibras como cereais, frutas e verduras, além de investir na hidratação (cerca de 2 litros de água diariamente).

Conteúdo elaborado por: Dra. Camila Poncio via @dra.camilaponcio

Saiba mais

O Março Amarelo tem como objetivo levar informação e conscientização sobre a ENDOMETRIOSE para que mais mulheres conheçam a fundo essa doença que afeta a qualidade de vida da mulher.

Aqui na Clínica Jules White, a equipe carrega no peito o laço! amarelo!

Veja:

 

Saiba mais

Café com Saber – ENDOMETRIOSE

O Café com Saber deste mês terá como tema a ENDOMETRIOSE.

Para nos despedirmos do Março Amarelo, mês que traz uma importante discussão mundial sobre a conscientização da endometriose, teremos dois assuntos:

A psicóloga Juliana Torres abordará o tema “Fazendo as pazes com a endometriose.”

E a nutricionista Tatiane Soares trará estratégias nutricionais para quem possui endometriose.

O Café com Saber será na próxima quarta-feira (30), às 19 horas. ⠀

Para participar é simples: deixe o seu e-mail aqui nos comentários que vamos entrar em contato e enviar o link da reunião!
O encontro acontece através do aplicativo ‘Google Meet’!
Vocês vão nos ver e ouvir, e nós também vamos ver e ouvir vocês!

#cafécomsaber⠀

Saiba mais

Prevenção e combate ao câncer de colo uterino

O mês de março marca um período de atenção especial à saúde da mulher. Além da campanha de conscientização da endometriose, apoiamos também a campanha do Março Lilás, que tem como objetivo conscientizar sobre a prevenção e combate ao câncer de colo uterino.

A ideia é estimular que as mulheres conheçam as principais formas de cuidado e que estejam atentas para sinais e sintomas desse tipo de câncer, que é o terceiro mais frequente entre a população feminina.

O câncer do colo do útero é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV. Eles são sexualmente transmissíveis e podem causar lesões na vagina, colo do útero, pênis e ânus.

Em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer. Essas alterações são descobertas facilmente no exame preventivo – conhecido também como Papanicolau – e são curáveis na maioria dos casos. Por isso, é importante a realização periódica do exame preventivo.

O câncer do colo do útero é uma doença de desenvolvimento lento, que pode não apresentar sintomas na fase inicial.
Nos casos mais avançados, pode evoluir para sangramento vaginal intermitente ou após a relação sexual, secreção vaginal anormal e dor abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais.

PREVENÇÃO:

A principal forma de prevenção é a vacina contra o HPV, disponível para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, podendo prevenir 70% dos cânceres de colo do útero e 90% das verrugas genitais.

Outra forma de evitar a doença é diminuir o risco de contágio pelo HPV, que ocorre por via sexual, com o uso de preservativos durante a relação.

Além disso, o exame preventivo deve ser feito periodicamente por todas as mulheres após o início da vida sexual, pois é capaz de detectar alterações pré-cancerígenas precoces que, se tratadas, são curadas na quase totalidade dos casos, não evoluindo para o câncer.

Saiba mais

Março Amarelo – Mês de Conscientização da Endometriose

Chegou o mês onde nos dedicamos a alertar sobre a ENDOMETRIOSE.  A doença inflamatória crônica afeta de 10% a 15% das mulheres em idade fértil.⠀

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, não há como estabelecer precisamente as suas causas. Fatores hereditários, toxinas ambientais, sistema imunológico comprometido ou alterações relacionadas à diferenciação de tecidos de origem embrionária podem estar associados aos distúrbios que podem resultar na endometriose. Embora seja uma doença benigna, isto é, não cancerosa, ela pode causar perda precoce da função ovariana e desencadear outros sintomas como dor e infertilidade que devem ser valorizados, além de depressão, problemas de relacionamento afetivo e dificuldades de ordem sexual.⠀

Os sintomas variam muito de mulher para mulher. Os mais comuns são:⠀

-Cólicas menstruais intensas;⠀
-Dor pélvica (especialmente durante a menstruação);⠀
-Dor durante o sexo⠀
-Desarranjo ou dor intestinal no período menstrual; ⠀
-Urgência e possível dor ao urinar;⠀
Infertilidade.⠀
E é importante falar que as portadoras de endometriose podem ter um, todos ou nenhum desses sintomas.⠀

O TRATAMENTO da endometriose é individualizado! É preciso levar em consideração diversos aspectos da vida da paciente para definição da melhor conduta no tratamento, inclusive para preservar a fertilidade.⠀

Março Amarelo – Mês Mundial de Conscientização da Endometriose  ⠀
Compartilhar informações esclarecedoras para as mulheres que possuem a doença ajuda a construir uma população apta a buscar auxílio e orientação médica na hora correta.⠀

Saiba mais

SOP: mude o seu estilo de vida para viver bem!

É essencial que a mulher diagnosticada com SOP tenha consciência da importância de manter um estilo de vida saudável.

A Síndrome dos Ovários Policísticos é uma condição na qual certos hormônios estão desequilibrados. Ela é caracterizada por ciclos menstruais irregulares, altos níveis de andrógenos (tipo de hormônios que inclui a testosterona) e pequenos cistos nos ovários.⠀

A SOP pode causar sintomas como excesso de pelos, obesidade, acne e mudanças de humor. Ela também pode prejudicar a saúde de um modo geral, como: doenças cardiovasculares, do diabetes tipo 2 e INFERTILIDADE.⠀

Mas saiba que é possível ter o controle da SOP, e manter um corpo saudável e com boas taxas. ⠀
Basta levar a sério os exercícios físicos e manter uma dieta equilibrada.
Apenas com essas primeiras atitudes a saúde já vai apresentar boa resposta.

Também é importante que o acompanhamento médico seja mantido sempre em dia!⠀

Leve a sério a manutenção da sua saúde!

Saiba mais