Horário de Funcionamento : Segunda a Sexta - 07:00 às 17:00
  Contato : (27) 2104-6200

All Posts Tagged: clinica jules white

DOAÇÃO DE SÊMEN: como funciona?

É importante começar dizendo que no Brasil a doação de esperma não pode ter caráter lucrativo.

O maior e verdadeiro retorno do doador é saber que ajudou alguém a formar uma família. Um ato admirável de solidariedade, empatia e altruísmo.

A doação de esperma ocorre quando quando um homem cede seus espermatozoides para um banco de sêmen para que seja usado no tratamento de reprodução assistida com pessoas que não podem engravidar pelos meios naturais.

A doação de sêmen é um processo simples e não invasivo, pois a coleta é feita através da masturbação, sendo necessário que o homem fique de 2 a 7 dias sem relações sexuais ou masturbação.

Após a coleta, o sêmen é processado em laboratório e, depois, congelado em nitrogênio líquido para uso posterior em procedimentos como Inseminação Artificial e Fertilização In Vitro.

 Quer saber mais sobre este assunto? Deixe suas dúvidas nos comentários!⠀⠀⠀
Saiba mais

A saúde do intestino pode afetar a fertilidade?

A saúde intestinal influencia no funcionamento de todo o corpo humano. O intestino é considerado o nosso segundo cérebro e tem funções importantíssimas para nossa nutrição e para as defesas do organismo.⠀

Esse órgão tem cerca de 100 milhões de neurônios conectados à região cerebral.⠀
O intestino é responsável pela absorção de grande parte dos nutrientes que ingerimos nas refeições.⠀

Quando o intestino não está com um bom funcionamento, alguns nutrientes podem não ser absorvidos, o que acaba gerando uma deficiência, e impacta na qualidade dos óvulos e espermatozoides. ⠀

Portanto, cuidar do intestino é cuidar da saúde integral do corpo, inclusive da fertilidade.⠀
A saúde do intestino está intimamente relacionada à alimentação.

Para manter a saúde do intestino é fundamental:

Tenha uma alimentação saudável!

Para isso, evite alimentos processados, embutidos e enlatados. Procure ingerir alimentos ricos em fibras como cereais, frutas e verduras, além de investir na hidratação (cerca de 2 litros de água diariamente).

Conteúdo elaborado por: Dra. Camila Poncio via @dra.camilaponcio

Saiba mais

Hipotireoidismo e a fertilidade

Os hormônios liberados pela tireoide agem indiretamente nos ovários e são necessários para estimular o desenvolvimento dos óvulos e dos embriões.

No hipotireoidismo, os baixos níveis hormonais prejudicam a maturação dos óvulos e interferem no ciclo menstrual.⠀
Então, a mulher diagnosticada com hipotireoidismo pode ter dificuldade para engravidar.⠀

A falta dos hormônios da tireoide pode tornar a ovulação – liberação de um óvulo maduro – inexistente ou irregular, acontecendo em um período do ciclo menstrual que não seja favorável à fecundação. ⠀

As doenças da tireoide, na maioria das vezes, se manifestam após os 30 ou 40 anos.  A mulher pode ter desenvolvido o problema e não saber. ⠀

Por isso, é importante uma investigação completa quando se percebe uma dificuldade em conquistar uma gravidez natural.

 

Conteúdo elaborado por: Dra. Camila Poncio via @dra.camilaponcio

Saiba mais

Como a endometriose afeta a vida e a fertilidade da mulher?

A endometriose gera sintomas que podem ser incapacitantes para a mulher, como: cólicas fortes, inchaço da barriga e dor nas relações sexuais.

Infelizmente, é uma das principais causas de infertilidade feminina, pois pode causar perda precoce da função ovariana.⠀

A endometriose pode desencadear outros problemas na vida da mulher que merecem atenção, como: a depressão, problemas de relacionamento afetivo e dificuldades de ordem sexual.⠀

Por isso, quanto mais cedo o problema for diagnosticado, melhor será a qualidade de vida da mulher.

Para o diagnóstico, o médico geralmente solicita exames como a ultrassonografia transvaginal e a ressonância magnética, além da análise clínica diante as queixas da paciente.⠀

O tratamento clínico pode incluir medicações para controlar os sintomas e, algumas vezes, pode haver a indicação cirúrgica.⠀

A Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida diz que, como a doença tende a evoluir a cada ciclo menstrual, uma das maneiras utilizadas para minimizar o processo é o bloqueio hormonal com a suspensão dos picos hormonais e até da menstruação.⠀

Neste mês de março, precisamos aproveitar para conscientizar sobre a endometriose, e alertar as mulheres que têm o desejo de ter filhos e que apresentam sintomas a consultar um especialista em reprodução humana.⠀

Existem diferentes tratamentos, como a Fertilização in vitro (FIV), que podem ajudar mulheres com endometriose que desejam engravidar.

Saiba mais

Março Amarelo – Mês de Conscientização da Endometriose

Chegou o mês onde nos dedicamos a alertar sobre a ENDOMETRIOSE.  A doença inflamatória crônica afeta de 10% a 15% das mulheres em idade fértil.⠀

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, não há como estabelecer precisamente as suas causas. Fatores hereditários, toxinas ambientais, sistema imunológico comprometido ou alterações relacionadas à diferenciação de tecidos de origem embrionária podem estar associados aos distúrbios que podem resultar na endometriose. Embora seja uma doença benigna, isto é, não cancerosa, ela pode causar perda precoce da função ovariana e desencadear outros sintomas como dor e infertilidade que devem ser valorizados, além de depressão, problemas de relacionamento afetivo e dificuldades de ordem sexual.⠀

Os sintomas variam muito de mulher para mulher. Os mais comuns são:⠀

-Cólicas menstruais intensas;⠀
-Dor pélvica (especialmente durante a menstruação);⠀
-Dor durante o sexo⠀
-Desarranjo ou dor intestinal no período menstrual; ⠀
-Urgência e possível dor ao urinar;⠀
Infertilidade.⠀
E é importante falar que as portadoras de endometriose podem ter um, todos ou nenhum desses sintomas.⠀

O TRATAMENTO da endometriose é individualizado! É preciso levar em consideração diversos aspectos da vida da paciente para definição da melhor conduta no tratamento, inclusive para preservar a fertilidade.⠀

Março Amarelo – Mês Mundial de Conscientização da Endometriose  ⠀
Compartilhar informações esclarecedoras para as mulheres que possuem a doença ajuda a construir uma população apta a buscar auxílio e orientação médica na hora correta.⠀

Saiba mais

Participe do Café com Saber

Como melhorar as chances de engravidar através da nutrição

e

5 passos para cuidar da saúde mental durante o tratamento 

O Café com Saber deste mês terá esses dois temas muito importantes para quem está em busca do ‘positivo’!  

O Café com Saber será na próxima quarta-feira (23), às 19 horas, com a psicóloga Juliana Torres e a nutricionista Tatiane Soares.

Para participar é simples: deixe seu e-mail aqui nos comentários que vamos entrar em contato e enviar o link da reunião! ⠀⠀⠀

O encontro acontece através do aplicativo ‘Google Meet’! ⠀⠀⠀

Vocês vão nos ver e ouvir, e nós também vamos ver e ouvir vocês!⠀

 

Saiba mais

O que fazer após um diagnóstico de infertilidade?

O diagnóstico de infertilidade não é o fim de um sonho.  É importante que você entenda que é preciso estar preparado com sabedoria e conhecimento.⠀

A medicina está muito avançada e os tratamentos são cada vez mais promissores.⠀ ⠀
– O primeiro passo é ouvir o médico especialista. Ele vai te apresentar todas as informações sobre seu diagnóstico e as soluções de tratamento. ⠀
Escute! Entenda!⠀
É importante ter esse conhecimento.⠀

-Depois é importante que você reconheça suas necessidades para começar o tratamento. O acompanhamento psicológico é importante.⠀ ⠀

-Não abandone outros projetos! Se dedicar a algo que te faz feliz ajudará a repor as energias antes de iniciar um tratamento.⠀

-Não enfrente a situação sozinho. Tenha o apoio de alguém especial. Seja seu parceiro ou parceira, mãe, irmãos… Esse carinho é essencial para que você não se sinta sozinho.⠀ ⠀

-Se informe! Entenda sobre seu corpo, alimentação saudável, tratamentos que irá realizar. ⠀Todos os especialistas responsáveis por te atender na clínica estão aptos a fornecer informações e orientações.

Por isso, não exite em nos procurar.⠀ ⠀

Mantenha o foco e não desista do seu sonho!

Saiba mais

Fertilização In Vitro: as dúvidas mais comuns!

O método da Fertilização In Vitro (FIV) é uma interessante possibilidade diante dos tratamento da Reprodução Humana Assistida.

Algumas dúvidas sobre esse tema são comuns entre os casais que buscam pela primeira vez uma clínica de Reprodução Humana.

Por isso, organizamos uma seleção que pode te ajudar:

 

 

Saiba mais

Diagnóstico genético embrionário: PGTM e PGTA

O diagnóstico genético embrionário representa um avanço extraordinário na área da reprodução humana, pois tem como finalidade a transferência de embriões sem alterações cromossômicas ou de doenças genéticas para o útero da paciente.

PGTM é uma avaliação para selecionar embriões geneticamente saudáveis de pais afetados por doenças genéticas, incluindo os defeitos monogênicos, as condições ligadas aos cromossomos sexuais e desequilíbrios cromossômicos tanto os numéricos como os estruturais: translocações, cromossomos a menos, faltando uma parte ou ainda cromossomos a mais.

Uma outra situação é quando há uma doença genética na família com mutação conhecida, com vários familiares afetados, porém, os pais não são afetados. Em alguns casos, os pais podem ser portadores da doença e por consequência transmiti-la para seus descendentes. Nestas situações, o PGTM é muito útil pois é possível investigar a mutação nos embriões e descobrir se ele tem ou não a chance de desenvolver a doença em questão.

Por sua vez, o PGTA é um teste de triagem para alterações cromossômicas (aneuploidias) usado em embriões cujos pais tem cariótipos normais (46 XY/ 46 XX) porém, apresentam certas particularidades: idade avançada materna, falhas de implantação repetida, abortos recorrentes, fator de infertilidade masculina grave ou subfertilidade. Portanto, a intenção do PGTA é reduzir taxas de abortos e melhorar as taxas de implantação e gravidez clínica após o tratamento de FIV por excluir embriões com aneuploidia antes da transferência.

Aqui na Clínica Jules White oferecemos o serviço de Aconselhamento Genético onde informamos e discutimos os riscos genéticos que envolvem a reprodução específica do casal ajudando as famílias a entenderem melhor essas questões e a esclarecerem suas dúvidas.

Saiba mais