Horário de Funcionamento : Segunda a Sexta - 07:00 às 17:00
  Contato : (27) 2104-6200

All Posts Tagged: infertilidade

Menino ou Menina?

Os papais ficam super ansiosos para comprar roupinhas, brinquedos e escolher o nome do bebê. E tudo isso só faz com que o período de espera para descobrir o sexo pareça ser eterno!⠀

Podemos descobrir o sexo do bebê por volta da 16ª semana através de um ultrassom.
Mas para os ansiosos de plantão, existe um exame que pode ser realizado a partir da oitava semana: o exame de Sexagem Fetal. Ele aponta o sexo do bebê com quase 100% de acerto. Não é invasivo, pois é realizado com amostra de sangue da mãe, e não oferece risco algum à ela ou ao bebê.⠀

E você, está preparado para saber se é menino ou menina?⠀

Saiba mais

Tratamento de câncer e a fertilidade masculina

A fertilidade de um homem pode ser prejudicada em alguns tipos de tratamento contra o câncer, como a radioterapia e a quimioterapia. 👉 Por mais focado que se esteja na recuperação da doença, é preciso planejar a vida após o câncer.

Por isso, a preservação da fertilidade é um tema que deve ser discutido antes de iniciar um tratamento oncológico.

O homem que quer ter filhos biológicos tem o direito de saber que existem maneiras de viabilizar esse desejo.

As técnicas de reprodução assistida podem permitir que a fertilidade seja preservada. Uma possibilidade é, antes de iniciar o tratamento de câncer, realizar uma criopreservação. A técnica é muito utilizada e de alta eficácia!⠀

➡A criopreservação do sêmen é a conservação dos espermatozoides com a finalidade de mantê-los em estado de baixo metabolismo celular, preservando sua capacidade de fertilização e desenvolvimento embrionário inicial.

Cuide-se!

Saiba mais

Baixa Reserva Ovariana. É possível engravidar?

De forma bastante simplificada, podemos dizer que a reserva ovariana é o estoque de óvulos que uma mulher tem em seus ovários.

Diferente dos homens que produzem espermatozoides a vida toda, as mulheres nascem com uma quantidade de óvulos definida. Eles são gastos ao longo da vida de forma contínua até se acabarem na menopausa.

A causa mais comum para os distúrbios ovulatórios está ligada ao tempo de vida da mulher, segundo a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida.

A baixa reserva ovariana pode dificultar que a gestação ocorra de forma natural.
Mas existem tratamentos e protocolos específicos na medicina reprodutiva que proporcionam grandes chances de gestação às mulheres com baixa reserva. Podendo ser desde estimulação da ovulação até a fertilização in vitro (FIV).⠀⠀

O médico especialista em reprodução humana é o responsável por orientar qual procedimento é o mais indicado para a realidade de cada paciente.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto, deixe aqui nos comentários!

Saiba mais

Ácido Fólico: qual a real importância?

Para a saúde da gestante e para o desenvolvimento do bebê, o ácido fólico é de total importância!

O ácido fólico – também conhecido como vitamina B9 – é responsável por reduzir o risco de deficiências no cérebro e na coluna vertebral do bebê.

Esse tipo de deficiência recebe o nome de ‘deficiências do tubo neural’. Logo no primeiro mês de gestação esse tubo neural se converte no cérebro e na medula espinhal do bebê.

Por isso que a suplementação com ácido fólico é recomendada para as tentantes e gestantes. É logo no início da gravidez que ele faz toda a diferença!

Mas o ácido fólico também pode ser encontrado nos alimentos. Tão importante quanto a suplementação é a alimentação saudável.
Inclua na sua rotina alimentar: abacate, manga, melão, melancia, banana, morangos, laranjas e também em todos os vegetais de folhas verdes escuras, espinafre, brócolis, couve, e grãos, como lentilhas e feijões.⠀

Tentante, nossa orientação é que você busque ajuda nutricional desde já.
Aqui na Clínica Jules White nós contamos com o apoio da nutricionista Tatiane Soares.

Saiba mais

Criopreservação Masculina

A criopreservação masculina é uma técnica muito utilizada e de alta eficácia.

Ela acontece com o congelamento ultra rápido de amostras biológicas, combinando volume mínimo e alta concentração de crioprotetores, que permitem conservar células em temperaturas muito baixas com o uso de nitrogênio líquido. ⠀
A temperatura chega a 196º C negativos.

A decisão de preservar os gametas pode acontecer por diferentes motivos, como um tratamento de câncer ou de outras doenças, que afetam a fertilidade. ⠀

Os homens que desejam fazer uma vasectomia também podem realizar o congelamento de esperma, preservando a fertilidade para uma decisão futura.⠀


Se você tem alguma dúvida sobre o procedimento deixe aqui nos comentários que vamos te esclarecer! ⠀

Saiba mais

O que os estudos mais atualizados dizem sobre a relação da vacina contra COVID-19 e a FIV

A vacinação contra a COVID-19 está avançando em todo o país. A esperança de dias melhores que é proporcionada ao vacinado, também gera dúvidas para as tentantes.

A Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, junto com a REDLARA e outras instituições publicaram no início do ano um posicionamento positivo sobre a efetividade da vacina.

Meses se passaram e estudos científicos continuam acontecendo em torno do tema.

Um estudo de maio de 2021 teve o objetivo de avaliar a influência da vacina de mRNA SARS-CoV-2 em tratamentos de FIV.

Foram analisados 36 casais de 7 a 85 dias, após receber a vacina de mRNA SARS-CoV-2. Nenhuma diferença entre os ciclos foi observada na estimulação ovariana e variáveis ​​embriológicas antes e depois de receber a vacinação de mRNA SARS-CoV-2.
“A vacina de mRNA SARS-CoV-2 não afetou o desempenho das pacientes ou a reserva ovariana em seu ciclo de FIV subsequente imediato. Futuros estudos maiores com acompanhamento mais longo serão necessários para validar nossas observações.”

Este mês um novo estudo foi publicado: “A resposta imune à infecção por coronavírus 2019 (COVID-19) ou a vacina de mRNA BNT162b2 envolve o folículo ovariano e afeta sua função?”

Foram 32 pacientes de FIV avaliados entre 1º de fevereiro e 10 de março de 2021, infectados com COVID-19, vacinados ou não expostos.

E mais uma vez os resultados foram bons.  “Nenhuma diferença foi detectada em qualquer um dos parâmetros de relatório de qualidade do folículo ovariano substituto.”
“Tanto a infecção por SARS-COV-2 quanto a vacinação com a vacina de mRNA BNT162b2 medeiam a imunidade IgG que atravessa o fluido folicular. Nenhum efeito prejudicial na função folicular foi detectado.”

Nós vamos continuar acompanhando os estudos.

Saiba mais

5 dúvidas sobre Vitamina D e Infertilidade

Diariamente diagnosticamos em nossos pacientes níveis insuficientes ou deficientes de vitamina D, e sempre há muita dúvida sobre o assunto.
Por isso, selecionamos 5 pontos importante que você precisa saber sobre a Vitamina D:

1️⃣ Ela tem atuação direta  no sistema imunológico. O déficit de vitamina D  pode levar ao descontrole e/ou surgimento de uma série de doenças.

2️⃣  Apesar da importância da vitamina D no organismo, não há estudos concluídos dizendo que o déficit da vitamina na mulher, a fará rejeitar a implantação do embrião, seja por tratamento de fertilização in vitro ou pela gravidez espontânea.
Mas acredite: é melhor manter o nível da vitamina dentro do ideal.

3️⃣ A atuação da vitamina D no homem também é muito importante. Baixos níveis de vitamina D parecem estar relacionados à diminuição da concentração de espermatozoides no sêmen, bem como da motilidade dos mesmos.

4️⃣ A deficiência da substância durante a gravidez pode aumentar o risco de pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, baixo peso ao nascimento, prematuridade e hemorragia pós-parto grave.

5️⃣  Para quem possui  deficiência de vitamina D é importante procurar um médico de confiança para que analise o caso individualmente e oriente o paciente a melhor forma de conquistar o nível ideal da vitamina no corpo.

O ideal é PREVENIR! 🌞 Tome sol sem filtro solar por pelo menos 20 minutos todos os dias, preferencialmente no início da manhã e no final da tarde.

O processo de formação da vitamina D ocorre na pele e é dependente dos raios solares do tipo UVA e UVB!

Saiba mais

Aborto de repetição

Um aborto pode ocorrer em 15% a 25% das mulheres que engravidam, dependendo da faixa etária materna. Após os 35 anos é considerado mais frequente.⠀

Aborto é a perda fetal antes de 22 semanas de gestação ou a perda de um feto com peso inferior a 500 gramas.⠀

Abortamento de repetição (AR) se dá quando ocorre de duas a três vezes consecutivas.⠀

Muitos casais sofrem com a possibilidade de uma futura gestação após aborto de repetição.⠀

É preciso que o casal seja detalhadamente examinado e tenha o histórico investigado por um médico especialista. A partir daí serão tomadas as decisões em conjunto para que seja iniciado o tratamento adequado para aquele caso. Inclusive, com a indicação de apoio psicológico.⠀

Existem tratamentos modernos e confiáveis para que você conquiste a desejada gestação!⠀

Saiba mais

Aborto de Repetição

Um aborto pode ocorrer em 15% a 25% das mulheres que engravidam, dependendo da faixa etária materna. Após os 35 anos é considerado mais frequente.⠀

➡️Aborto é a perda fetal antes de 22 semanas de gestação ou a perda de um feto com peso inferior a 500 gramas.⠀

🔀Abortamento de repetição (AR) se dá quando ocorre de duas a três vezes consecutivas.⠀

Muitos casais sofrem com a possibilidade de uma futura gestação após aborto de repetição.⠀

✔️ É preciso que o casal seja detalhadamente examinado e tenha o histórico investigado por um médico especialista. A partir daí serão tomadas as decisões em conjunto para que seja iniciado o tratamento adequado para aquele caso. Inclusive, com a indicação de apoio psicológico.⠀

🌼Existem tratamentos modernos e confiáveis para que você conquiste a desejada gestação!⠀

Saiba mais